mercoledì 30 luglio 2008

Para Inglês ver


Nestes últimos dias tenho andado mais ocupado do que o habitual com o trabalho. Não só tenho o fecho anual para fazer (tá mesmo quase quase) como estamos a levar com a auditoria em cima.

O que tem realmente ocupado o meu tempo tem sido a auditoria. Como é a primeira vez que a empresa é auditada, andam a pedir montes de coisas. Por exemplo hoje, para responder a um único e-mail, passei a tarde toda a ir a montes de dossiers para buscar papelada scaneá-la e enviar.

Eu já não sou muito arrumado mas, com este volume de trabalho, tenho acumulado as tarefas normais para fazer, o que implica muita papelada por processar e arquivar. Tenho o meu espaço num perfeito caos. O que vale é que o caos é o meu meio ambiente preferido.

Tenho muitos amigos que são ou foram auditores, mas realmente não percebo para que é que servem. Senão vejamos:

-Durante a auditoria só atrapalham quem quer trabalhar. Diminuíndo a produtividade das empresas durante esse período.

-Mesmo com toda a papelada que vêem, são uns ceguinhos, incompetentes, ou (o mais provavel) fingem não ver. E a papelada toda que pedem é só para parecer que trabalham. Um exemplo aqui. Não é que uma das Big Four não viu nenhum risco na auditoria de 2007 para a empresa que acabou de entrar em falência!! Mais um exemplo foi o do Millennium BCP. Depois do escândalo que houve não detectado pela auditora (outra das big four), em que cito de cor "só podemos ver os dados que o banco nos fornece e não detectamos nenhuma anomalia", esta mesma auditora foi escolhida para continuar a auditar. Parece-me bem.

-Qual o interesse das auditoras em desatar a relatar aquilo que realmente descobrem ou suspeitam? Perder clientes? É uma palhaçada, é o que vos digo!


Desafio um auditor que me conteste e diga que não tenho razão!

7 commenti:

Lo Zé ha detto...

Caro Lobo.....

Logicamente que não tens razão.

Primeiro ponto, se pensares bem, uma auditoria é sempre uma mais valia , em primeiro lugar estás a receber "um exame" ,que se espera independente e imparcial, sobre as contas, o que acrescenta de imediato valor, pois fortifica a sua posição junto de fornecedores/investidores e utilizadores das DF's.

Em segundo, uma auditoria actua de forma a verificar se as coisas estão a ser feitas como deveriam ser, ie, se as regras estão a ser cumpridas, e pensando bem só podes sair beneficiado disso pois se isso a ti, obriga-te a enviar "scans" e fotocópias, ao teu chefe "obriga-o" a não pôr dinheiro no bolso, a cumprir com os seus deveres e que deste modo possa pagar o teu ordenado no final de cada mês .

Em relação ao caso BCP ( o outro link não funciona) acredita que é mais mediático do que problemático.......
mas errar todos erramos...por isso existem os estornos. :)

Se me permites a analogia, um Auditor é como o Fernando Aguiar..... ninguém o quer por perto, só atrabalha e até não pesca muito do assunto.....mas no final do campeonato foi o que segurou a equipa, deu equilibro e possibilitou que se atingissem os objectivos.

K malukeira.
:)

Forte abraço

Nuno ha detto...

Lo zé!!

Logicamente que tenho razao e até tu sabes disso :)

Primeiro ponto:

"estás a receber "um exame" ,que se espera independente e imparcial"

Aí é que está...que se espera independente e parcial. Só que uma empresa que recebe dinheiro nunca irá ser totalmente imparcial.

Se o Pinto da Costa der dinheiro a árbitros e diz-lhe "agora espero que sejas imparcial", nao parecia um bocado estranho?!
As auditoras só serao imparciais se nao receberem dinheiro da empresa que está a ser auditada!!

Partindo do principio que a imparcialidade é impossivel (tal como concluido no ponto anterior), fazerem-me a mim trabalhar mais do que devo só para justificar o pagamento exorbitante que a auditora recebe incomoda-me! Deixem-me trabalhar.


O link jà funciona: http://www.eleconomista.es/en-el-diario/noticias/671072/07/08/La-auditora-de-Fadesa-no-vio-ni-un-solo-riesgo-en-las-cuentas-de-2007-y-Espana-puede-perder-la-maxima-calificacion-crediticia-.html

Estornos? O que é isso?


Objectivos? Os conseguidos pela FADESA, é desses que falas?

Lembras-te do que aconteceu com a Arthur Andersen? Ah pois é!!

Daniel ha detto...

Eu acho o Fernando Aguiar mais útil :-)

Mas temos que compreender uma coisa, se não tivessemos auditores a taxa de desemprego disparava :-D

Nuno ha detto...

Bem visto Daniel.

Anonimo ha detto...

Holla Nuno. Estive a poucas semanas aí por perto, pena que não tinha comigo o teu nr telem. senão corrias o risco de beber umas "canãs" comigo. Adorei o teu blog, que confesso descobri por acaso ao navegar despreocupadamente pela net. Deste post em particular posso dizer que Concordo parcialmente con a tua exposiçao. Também estou (estamos) nesta fase do ano das auditorias internas, externas, ...e afins :-), que aliás por cá são várias no mesmo ano, e sinto na pele o que descreves. Contudo, penso que o sentimento da perda de tempo útil de produtividade real pode ter também, como tudo, o seu lado positivo: ajuda-nos, no mínimo, a organizar a "desorganização" da informação qe constitu o "calcanhar de aquiles" da empresa. Sem a desorganização natural do Homem, Existiriam auditores? Quiçá... Imperativo: Organização máxima de modo a extinguir a raça "auditoria"...mezzo scherzo :-)
Bacini. In bocca al lupo - crepi :-) Yasmina

Nuno ha detto...

Ciao Yasmina!!

Entao estivestes por Barças e nao te puseste em contacto comigo!

Levava-te a beber umas cañas ao melhor bairro de Barcelona, o bairro onde vivo: Grácia. Eu tinha deixado o meu número no e-mail de despedida. Para a próxima pede o número a alguém da Siemens (O Guardado por exemplo).

Espero que tenhas gostada da minha nova cidade adoptiva!

Ok...os auditores até têm alguma utilidade. Mas podiam ser menos chatos!

Baci

Rui ha detto...

Lobo...

Deixo o comentário tarde mas pronto, aqui vão umas ideias chaves:

Auditor é contratado pela empresa que quer ser auditada! é tipo cometeres um crime e contratares um policia para o investigar

quem a segura o controlo desses "policias" são outros policias do mesmo clube é como teres um jogo entre o porto e o slb arbitrado por tipos da claque do porto

Claro que depois há uma outra raça de auditores que ajudam a empresa, mas isso até não é lá muito legal porque em teoria la se vai a independência, sendo que por vezes esses auditores ate fazem umas recomendações porreiras e muito amigas do fisco


Agora que já viste o que é um auditor, comunico que este ano em principio me vou inscrever no curso da OROC ....


Se não os podes vencer ..junta-te a eles....

Foi o que eu fiz na decada de 80, quando escolhi ser do FCP :D